Pesquisar

sábado, 19 de novembro de 2016

Tudo o Que Você Precisa Saber Sobre Combustíveis Nitro

Em nosso Hobby temos duas principais categorias, dentre outras: 
1 - A categoria de modelos a combustão.
2 - A categoria de modelos elétricos. 

Na categoria de modelos a combustão, podemos subdividir na mais popular que é a de modelos GLOW, cujo combustível é o "NITROMETANO" e a menor e em crescente expansão a "GAS POWER", ou seja, modelos movidos a gasolina, essa encontrada nos postos de abastecimento de veículos.
A principal diferença entre elas é a potência e o consumo. Em uma, a potência é bem maior mas com alto consumo e custo, já na outra, apesar da menor potência, o seu consumo e custo são bem mais baixos.

Vamos falar da mais popular que utiliza como combustível o NITROMETANO.

Mas, que combustível é esse? Quais os seus componentes?

A maioria dos iniciantes no automodelismo e até mesmo alguns veteranos, não sabem o que compõem o combustível que utilizam, ou o mais importante, não sabem como os ingredientes de energia tem de efeito, desempenho e vida útil do motor.
Para automodelos são usadas ​bases de poliglicóides solúveis em metanol ou óleo de rícino de primeira prensagem (os mais puros). São utilizados também aditivos para reduzir a corrosão e estabilizadores para conservação e durabilidade do combustível.
Diferente da "gasolina", qualquer combustível que você comprar que for específico "para modelos de RC" vai funcionar muito bem, mas se você quiser escolher o melhor combustível para o seu tipo de modelo e seu estilo de pilotagem, este artigo vai ser de grande ajuda.

Pronto para adicionar um pouco de conhecimento a sua experiência?
Então vamos dar uma olhada mais de perto no gênio dentro daquela garrafa de combustível!

Em todos os recipientes de combustível, estará descrito o mesmo conjunto básico de componentes. As proporções de cada composto varia de fabricante para fabricante e dentro de linhas de produtos da empresa, dependendo da aplicação, mas você sempre pode contar com estes três ingredientes essenciais:

• Metanol
• Nitrometano
• Lubrificantes(Naturais ou Sintéticos)

Desvendando os Componentes

1 - METANOL (CH3OH)

O Metanol é um álcool extraído da madeira. Ele pode ser preparado pela destilação seca de madeiras, que é o processo mais antigo de obtenção, e de onde, durante muito tempo, foi obtido exclusivamente. Hoje em dia é fabricado através da reação do gás de síntese (produzido a partir de origens fósseis, como o gás natural), uma mistura de H2(hidrogênio) com CO(monóxido de carbono) passando sobre um catalisador metálico a altas temperaturas e pressões. Esta reação é uma redução catalítica do monóxido de carbono, e processa-se a temperatura de 300°C, aproximadamente,  e pressões de 200 a 300 atm. Ele também pode ser produzido a partir da cana-de-açúcar.

O Álcool Metílico ou METANOL é a maior proporção na mistura do combustível. Extremamente volátil, altamente inflamável e tóxico, temos que tomar cuidado para não inalarmos seus vapores ou o ingerirmos que, se ingerido, pode causar a morte. No seu manuseio devem ser usadas luvas. 

É um composto simples, feito de átomos de carbono, oxigênio e hidrogênio. O metanol pode queimar no ar, mesmo sem os outros componentes do combustível nitro. Uma coisa importante a lembrar sobre o metanol é que ele é higroscópico, o que significa que ele absorve a umidade do ar. Esta é a principal razão e tão importante para sempre mantermos os recipientes de combustível hermeticamente fechados. Se não o fizer, a umidade do ar vai ser absorvida para o combustível, fazendo com que ele estrague.

2 - NITROMETANO (CH3NO2)

O Nitrometano é um composto simples, consistindo em carbono, hidrogênio, oxigênio e átomos de nitrogênio. É isso mesmo - o "Nitro" é de Nitrogênio, que é o composto principal (não o oxigênio, como comumente se acredita). O Nitrometano é altamente volátil, podendo se inflamar por conta própria ao menor vestígio de uma fonte de calor, mesmo sem oxigênio, e tem uma temperatura de explosão muito alta, bem mais de 2.200° C. 

Quando misturado ao Metanol, o Nitrometano atua como um catalisador, aumentando a velocidade de combustão da mistura, ou seja, uma reação mais rápida, o que obviamente irá produzir mais potência, porém, mais calor será gerado. Quanto mais Nitrometano for usado na mistura do combustível, mais rápido o combustível será queimado, permitindo que o motor alcance maior giro. 

O cuidado que se deve ter é que apesar de poder ser usado em qualquer motor, quanto mais porcentagem dele tiver, maior o risco de quebra do motor, então tome cuidado na escolha do combustível.

Você poderá encontrar uma variedade enorme de proporções de mistura de combustível, que geralmente varia de 10% a 40% de Nitro. As misturas de 16% e 20% são as escolhas mais populares e mais seguras. 

O Nitrometano e o Metanol são adquiridos por fabricantes de combustível separadamente em vez de fabricados por eles, de modo que diferentes marcas se diferenciarão apenas pelo uso do tipo de lubrificantes e a quantidade deles usada, o que dá a cor no combustível. Então, as condições em que estes materiais são armazenados e misturados afeta diretamente a qualidade dos combustíveis. 

Quanto maior o teor de nitro, como mostrado acima, maior a potência e rpm, mas a temperatura de operação sobe também e a chance de quebra aumenta consideravelmente, então, deixe para os experts usarem mais Nitro.

3 - LUBRIFICANTES

Lubrificantes são uma parte integrante das receitas de combustível Nitro. Uma vez que os nossos motores de 2 tempos não têm cárteres cheio de óleo, a lubrificação é feita adicionando-se o óleo lubrificante ao combustível para manter os componentes internos funcionando sem problemas. 
Desde os primeiros modelos movidos a combustão, em meados do século 20, o óleo da mamona tem sido usado como o lubrificante mais comum misturado ao combustível Nitro. 
É um óleo natural, resistente a queima mesmo em altas temperaturas, e essa é uma qualidade desejada em um combustível. No entanto, ele pode deixar um resíduo gomoso. 
Alguns fabricantes conseguiram desenvolver um óleo de rícino que fornece lubrificação superior e não deixam os subprodutos negativos de óleos de mamona padrão. 
Os Combustíveis Byron, por exemplo, utilizam uma mistura de óleo de rícino natural e óleos sintéticos, embora haja alguns com mistura de óleo sintético puro disponíveis.
Essa mistura de óleos sintéticos e naturais formam um conjunto de lubrificantes eficientes ajudando a proteção contra a corrosão e a perfeita lubrificação em condições adversas.
A porcentagem de lubrificante na mistura depende da finalidade do combustível e do fabricante, mas os combustíveis destinados a corridas possuem menos lubrificante, tipicamente na gama de 8 a 12%, do que os combustíveis concebidos para a longevidade do motor, que pode consistir de 12 a mais de 20% de lubrificante. A razão para isto é que com menos porcentagem de lubrificante na mistura, pode haver mais de metanol, o que contribui para um processo de combustão mais poderoso, mas com o desgaste aumentado do motor. 
Pilotos profissionais de corrida, de bom grado, sacrificam o pistão e a biela, diminuindo a vida do motor para uma melhor performance, mas se você quiser que o seu motor dure mais tempo, escolha uma mistura com uma porcentagem mais elevada de lubrificante.

O QUE FAZ UMA MISTURA SER DIFERENTE DA OUTRA?

Muitas empresas oferecem combustíveis nitro para AUTOMODELOS, e cada fábrica de combustível tem uma variedade de misturas e diferentes níveis de qualidade e de componentes em suas linhas de produtos. Enquanto que os ingredientes são bastante básicos, as diferenças residem no componente lubrificante. Embora a quantidade de lubrificante em uma mistura geralmente é indicada à direita e na frente do rótulo, cada fabricante tem sua própria receita para os componentes químicos usados para fazer o lubrificante. Enquanto a maioria ainda dependem de um pouco de óleo de rícino, especialmente para seus combustíveis PREMIUM, a parte sintética da mistura é proprietária, ou seja, exclusiva de cada fabricante, e os requisitos de lubrificantes para um combustível de corrida são diferentes do que para um combustível geral ou comum de utilização. Um combustível de corrida deve queimar de forma limpa e expulsar com eficiência os resídios da queima para que mais combustível fresco e limpo possa entrar na câmara para o próximo ciclo de combustão. O combustível que você escolher para se divertir ou correr deve ter lubrificação protetora suficiente para minimizar o desgaste do motor. Isso não significa que você não possa utilizar uma mistura de Nitro a 40%, com 9% de lubrificantes em seu quintal - você só vai estar substituindo o pistão e biela com maior frequência, tendo o cuidado de NUNCA deixar passar a temperatura de seu motor de 120°C medidos na cabeça da vela, se isso ocorrer você não precisará trocar a biela e nem o pistão mas sim o seu motor inteiro. Essa temperatura deve ser mantida com qualquer tipo de combustível. Veja a postagem de como medir a temperatura do Motor GLOW: Como Medir a Temperatura do Motor GLOW - Clique AQUI

ENTÃO, O QUE COMPRAR?

A primeira orientação para a sua seleção de combustível deve ser o que o fabricante do motor ou o que o manual do seu modelo recomenda. Normalmente, as diretrizes são para a longevidade do motor, e não para o desempenho. Em seguida, veja em seu fornecedor ou loja de Hobby qual o combustível ideal para seu modelo e em que condições você o utilizará. 

Dica:
Os combustíveis que vendem mais vão ser repostos com maior frequência na maioria das vezes, então é mais provável você conseguir comprar um combustível mais novo, o que é ideal. Marcas populares como Byron, Tornado, HPI, O'Donnell, RB, Rapicon e Traxxas são os indicados porque os modelistas usam o combustível e voltam sempre a comprar, o que é um endosso de qualidade. Em seguida, verifique com os outros pilotos em sua pista e que possuem motores semelhantes ao seu, e usem a experiência deles como um guia na escolha da mistura que funciona melhor.
Faça a escolha certa e terá seu motor funcionando perfeitamente por um bom tempo.

Por: Marco Daher.


Por: Marco Daher









Por: Marco Daher

Nenhum comentário:

Postar um comentário